O Meu Pé de Laranja Lima
O Meu Pé de Laranja Lima

O Meu Pé de Laranja Lima

Regular price $29.90
Unit price  per 

Um clássico da literatura brasileira, com adaptações para a televisão, o cinema e o teatro, O Meu Pé de Laranja Lima é desses livros que marcam época. Lançado em 1968, trata-se de uma história fortemente autobiográfica, que demonstra a mão de um escritor experiente, ciente do efeito que pode provocar nos leitores com suas cenas e a composição de seus personagens. O protagonista Zezé tem 6 anos e mora num bairro modesto, na zona norte do Rio de Janeiro. O pai está desempregado, e a família passa por dificuldades. O menino vive aprontando, sem jamais se conformar com as limitações que o mundo lhe impõe – viaja com sua imaginação, brinca, explora, descobre, responde aos adultos, mete-se em confusões, causa pequenos desastres. As surras que lhe aplicam seu pai e sua irmã mais velha são seu suplício, a ponto de fazê-lo querer desistir da vida. No entanto, o apego ao mundo que criou felizmente sempre fala mais alto. Só não há remédio para a dor, para a perda. E Zezé muito cedo descobrirá isso. A alegria e a tristeza não poderiam estar mais bem combinadas do que nestas páginas. E isso, se não explica, justifica a imensa popularidade alcançada pelo livro.

 

A classic of Brazilian literature, with adaptations for television, cinema and theater, O Meu Pé de Laranja Lima is one of those books that mark an era. Released in 1968, it is a strongly autobiographical story, which demonstrates the hand of an experienced writer, aware of the effect he can have on readers with his scenes and the composition of his characters. The protagonist Zezé is 6 years old and lives in a modest neighborhood, in the north of Rio de Janeiro. His father is unemployed, and the family is struggling. The boy is always up to no good, never conforming to the limitations that the world imposes on him – he travels with his imagination, plays, explores, discovers, responds to adults, gets into trouble, causes small disasters. The beatings that his father and older sister give him are his torment, to the point of making him want to give up on life. However, the attachment to the world he has happily created always speaks louder. There is just no remedy for pain, for loss. And Zezé will soon discover that. Joy and sadness could not be better combined than in these pages. And this, if not explained, justifies the immense popularity achieved by the book.